Jardineiro: Oráculo de delfos

computing, raking leaves, tool
Tudo o que temos é o nada,
e aquilo que somos é algo ainda indefinido.
 Todas as verdades são verdades em diferentes lugares e horários 
e todos os segundos após o último já passaram.
 Levaram consigo tudo e o que veio trouxe saudade!
 Tudo o que somos é algo ainda indefinido,
todas as verdades são verdades relativas
e todos os segundos perderam seus pares,
são solitários passos rumo ao inesperado,
inesperados passos rumo ao desconhecido.
 Tudo o que sabemos é que ainda falta muito a aprender.
 Tudo o que aprendemos é que ainda aprenderemos muito.
 É a vontade ferramenta que do nada tudo cria.
 Somos todos operários na imensa obra de nossas próprias vidas.

– Jardineiro Pestana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *