Resenha: Vocação para o Mal

O terceiro livro do detetive Cormoran Strike me surpreendeu, e muito! Para quem não sabe, o autor do livro, Robert Galbraith, é na verdade um pseudônimo de minha amada e idolatrada J. K. Rowling (sim, a mulher maravilhosa que criou Harry Potter).

Eu fiquei sabendo do primeiro livro, O Chamado do Cuco, apenas quando descobriram que na verdade era ela a autora, e imediatamente me interessei, sem sequer saber da história, mas sim pelo fato de ser grande fã e amar o jeito como a J.K. escreve. Não foi uma surpresa quando descobri personagens fantásticos e me apaixonei pelo detetive Cormoran Strike. O segundo livro, O Bicho-da-Seda, seguiu a mesma linha do primeiro.

Entretanto, neste terceiro livro J. K., ou melhor, Robert Galbraith me surpreendeu demais. Confesso que sou fã eterna de suspenses, e normalmente esse tipo de livro me deixa realmente doida e louca pra descobrir quem fez o que e quem é o vilão e tudo o mais. (não é atoa que minhas séries favoritas há anos são NCIS, CSI, e a favorita de todas: Criminal Minds). Acontece que, assim como nas séries, eu sempre quero ser mais esperta que o personagem e descobrir tudo antes dele. Nos dois primeiros livros eu não demorei a desconfiar e criar a certeza de quem eram os verdadeiros culpados, mas em Vocação para o Mal eu errei FEIO.

Foi uma surpresa ver um  livro onde eu realmente fui enganada e onde realmente só descobri lá no final quem era o “vilão”. Portanto, esse livro ganhou meu coração e subiu (muito) no ranking dos melhores livros que já li!

Mas chega de enrolar contando minha experiência, vamos ao livro:

Quando um misterioso pacote é entregue a Robin Ellacott, ela fica horrorizada ao descobrir que contém a perna decepada de uma mulher. Seu chefe, o detetive particular Cormoran Strike, fica menos surpreso, mas não menos alarmado. Há quatro pessoas de seu passado que ele acredita que poderiam ser responsáveis por tal crime – e Strike sabe que qualquer uma delas seria capaz de tamanha brutalidade. Com a polícia focada no suspeito que Strike tem cada vez mais certeza de que não é o criminoso, ele e Robin põem as mãos à obra e mergulham no mundo sombrio e distorcido dos outros três homens. Entretanto, quanto mais acontecimentos horrendos acontecem, mais o tempo se esgota para ambos…

O livro mostra, ao mesmo tempo, os pensamentos insanos e atos repulsivos de um psicopata em busca de vingança, e a busca do detetive e sua assistente/aprendiz/parceira Robin por este psicopata. O modo como o psicopata pensa é age é fantástico, e seus capítulos o mantém sempre presente, aumentando ainda mais o suspense, entretanto sem revelar diretamente quem é.

A busca de Strike e Robin segue o mesmo padrão dos primeiros livros, os contatos do passado de Strike, ex-colegas de exército, e até mesmo amigos de infância e contatos de trabalho, vão o ajudando a desvendar as pistas e ir em busca de onde estão seus três suspeitos e qual deles é o verdadeiro assassino.

A surpresa nesse livro são os capítulos do próprio vilão, sempre cheios de ódio direcionado a Strike, e uma compulsão por matar que consome o personagem e o deixa fora do próprio controle. Tive a impressão de que quanto mais conhecia o vilão, menos sabia quem era.

Fui feita de tonta, afinal, tinha certeza absoluta de que era uma pessoa Y o vilão, uma certeza que crescia a cada capítulo e onde eu buscava pistas que a favorecessem e me convencia de que estava certa, pra no final levar um belíssimo tapa na cara e descobrir que era X. Que. Raiva.

O livro realmente te prende, me deixou duas madrugadas em claro lendo compulsivamente desesperada para saber o final! Sou suspeita, mas amo o modo de escrever de Robert Galbraith, e acredito que suas palavras fluem com muito mais facilidade e tornam a leitura gostosa e agradável.

Indico e MUITO, não apenas Vocação para o Mal, mas a série toda! Já deixo aqui embaixo os links para quem quiser comprar um dos livros, e garanto que qualquer fã de detetives, suspense, investigação criminal, não se decepcionará com esses livros!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *